Uma simulação computacional da Floresta Amazônica

E suas diferentes fitofisionomias

Motivação

A reprodução realista do crescimento de plantas é um problema clássico na área de computação gráfica. A existência de padrões de auto-similaridade sugere analogias com objetos matemáticos como árvores e fractais.

Mais recentemente, Makowski et al. delinearam uma metodologia para simular o crescimento iterativo de ecossistemas, incluindo fatores como resistência a sombreamento e o consequente ciclo sucessional de espécies.

O objetivo do presente trabalho é aplicar a metodologia descrita acima para modelar o comportamento de um único bioma - a Amazônia - que é formado por um mosaico de tipologias florestais com características bastante diversas. Em contraste com o trabalho referenciado, que utilizava parâmetros de temperatura e pluviosidade para construir diferentes biomas, pretendemos utilizar datasets georeferenciados e dados botânicos para fazer uma reconstrução informada pela distribuição real de espécies arbóreas.

Projeto

Acesse o PDF com o projeto aqui